O "espontâneo" nas manifestações de junho

Leitura recomendada

 

São dois artigos numa mesma chave, mas fundamentais para um exame mais acurado do significado das manifestações ocorridas em várias partes do mundo, com diferentes caracteres, mas alegando a força do “espontâneo”. Não deixem de ler, de Sérgio Barroso (PCdoB) e Margarida Botelho (PC de Portugal):

 

http://grabois.org.br/portal/noticia.php?id_sessao=8&id_noticia=11620

 

http://www.omilitante.pcp.pt/pt/324/Tema/797/Algumas-notas-sobre-os-movimentos-%C2%ABinorg%C3%A2nicos%C2%BB.htm