Um Congresso que interesse ao futuro da China e do mundo

O 19º Congresso Nacional do Partido Comunista da China (PC), a ser realizado a partir desta quarta-feira (18), traçará as diretrizes para o futuro desenvolvimento da China. É um acontecimento que não só envolve o rumo que a China vai tomar nos próximos anos, como também terá reflexos positivos no mundo. Aos amigos brasileiros interessados, gostaria de apresentar este congresso em linhas gerais.

  1. Por que o Congresso chama tanto a atenção?

Fundado há 96 anos e há 68 anos no poder, o PC chinês tem 89 milhões de filiados e 4,4 milhões de organizações de base.

É, hoje, o maior partido político do mundo, que governa o país mais populoso do globo e a segunda maior economia do planeta. O núcleo da força do desenvolvimento da China vem do partido, cuja liderança tem o apoio do povo chinês.

Nos últimos cinco anos, liderado pelo Comitê Central com o camarada Xi Jinping como núcleo, o povo chinês vem realizando trabalhos árduos e conseguiu resultados significativos no desenvolvimento socioeconômico: a economia cresceu à média de 7% ao ano, respondendo por 30% do crescimento mundial, mais do que qualquer outro país.

A cada ano foram criados mais de 13 milhões de empregos e, nos primeiros quatro anos subsequentes ao 18º Congresso Nacional, ocorrido em novembro de 2012, 55,64 milhões saíram da pobreza.

A China busca o desenvolvimento pacífico, promove a cooperação de benefício recíproco e defende a construção de uma comunidade de destino comum. O sonho chinês está intrinsecamente ligado à civilização humana, à paz mundial, ao desenvolvimento social e ao bem-estar da população.

O mundo está esperando pela “sabedoria chinesa” e os “projetos chineses” a serem apresentados no 19º Congresso.

  1. Quais são as principais tarefas do 19º Congresso?

Além de sintetizar as realizações históricas da reforma e abertura da China e da modernização socialista, o Congresso definirá questões de vital importância para o país e o partido: que bandeira o PC vai defender, qual caminho vai escolher, que atitude vai adotar e quais metas deve alcançar. Planejamentos serão feitos sobre importantes assuntos do partido e do Estado.

A sessão plenária vai ouvir e deliberar os relatórios feitos pelo 18º Comitê Central do PC e da Comissão Central de Inspeção Disciplinar, revisar o “Estatuto do Partido Comunista da China (emendas)”, implementar novos conceitos, ideias e estratégias de governança formulados pelo secretário-geral, Xi Jinping, elaborar programas de ação abrangentes, estratégicos e visionários para conduzir a direção do desenvolvimento da China no futuro.

O 19º Congresso também elegerá o novo Comitê Central, que, por sua vez, decidirá o novo grupo de liderança do partido.

Um partido íntegro cria políticas limpas que levam à prosperidade da nação. O Congresso definirá medidas ainda mais resolutas e abrangentes na autogovernança do partido em todos os sentidos.

Ao longo dos últimos cinco anos, numa luta rigorosa contra a corrupção, foram punidos mais de 1,4 milhão de filiados suspeitos de violar as leis e/ou a disciplina do partido, e 54 mil pessoas foram entregues à Justiça. O 19º Congresso continuará as grandes causas da construção do partido, para vencer definitivamente a luta anticorrupção.

Tenho toda a convicção de que o 19º Congresso será um grande sucesso. Sob a liderança do Comitê Central, o PC chinês realizará uma grande batalha, construirá grandes projetos, impulsionará a grande causa para concretizar o grande sonho, conduzindo, assim, a China ao destino de rejuvenescimento, com contribuições ainda maiores para a paz e o progresso mundiais.

LI JINZHANG é embaixador da China no Brasil

https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2017/10/1927584-um-congresso-que-interesse-ao-futuro-da-china-e-do-mundo.shtml