Terceirização e destruição do estatuto do trabalho (por Marcio Pochmann)

Retirado do Portal Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar

Sem a ampla mobilização social e trabalhista, os interesses da classe trabalhadora encontram-se fortemente atingidos negativamente, pois as reformas atualmente em curso representam fundamentalmente a vontade classista do rentismo. Sem discussão com a sociedade, o que se tem observado no Congresso em Brasília é o mero ritual burocrático, sem atenção para com os interesses contrariados, no caso, a maioria da população.

Continue lendo

Sob escândalos, governador paulista viaja aos EUA em busca de dinheiro pra terminar as promessas atrasadas (por Luiz Henrique Dias)

Ainda sob os escombros causados pelas notícias ligando o primeiro escalão de seu governo e de outras gestões do PSDB, e mesmo familiares próximos, às denúncias de desvio de recursos em obras de transporte, mobilidade e saneamento básico, o Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, viajou aos Estados Unidos para “oferecer” aos investidores estrangeiros obras e concessões no Estado. 

Continue lendo

O Brasil é um país que se precipita na decadência sem experimentar a civilização (por Luiz Gonzaga Belluzzo)

FOTO LUIS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

Retirado do Portal Rogério Cerqueira Leite 

Relembrar e reescrever velhos temas é obrigatório no Brasil, país que se precipita na decadência sem experimentar a civilização. O tema é velho, mas não tão velho quanto as traquitanas que os atuais donos do poder pretendem nos impingir.

Continue lendo

Déficit da Previdência ou déficit de democracia? (por Eduardo Fagnani)

Retirado do Portal CartaCapital

O “capitalismo” brasileiro, secularmente arcaico, não engole sequer alguns princípios elementares da socialdemocracia.

Ajustes nos sistemas previdenciários são necessários. Mas têm de ser precedidos por debate amplo, plural e democrático. Não se fazem reformas dessa envergadura com ações de terrorismo econômico. Por que o governo, os economistas do mercado e os meios de comunicação não querem o debate público sobre o financiamento da Previdência? Por que insistem em fazer a toque de caixa uma reforma que supostamente seria eficaz contra problemas que ocorreriam daqui a 40 anos?

Continue lendo

Uberização da economia e relações trabalhistas (do IHU)

Retirado do Portal Instituto Humanitas Unisinos 

“As prestações de serviços através de plataformas virtuais são atividades marcadas por traços como uma flexibilidade exacerbada, uma intensa individualização do vínculo de prestador de serviços com a plataforma virtual e algumas embaçadas fronteiras da plataforma como possível empregador”, escreve Borja Suárez, professor titular de Direito do Trabalho e Seguridade Social na Universidade Autônoma de Madri, em artigo publicado por Economistas Frente a la Crisis, 28-04-2017. A tradução é do Cepat.

Continue lendo