Sobre Walter Sorrentino

Para-perfil-face

Paulistano, filho de imigrantes italianos, nasci em 1954. Formei-me em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP) – Ribeirão, especializado em Pediatria e posteriormente em Saúde Pública. Desenvolvi carreira na Secretaria Estadual de Saúde e um participante ativo do movimento sanitarista que conquistou o SUS na Constituição de 1988.

Família modesta, sempre cursei escolas públicas. Tornei-me líder estudantil, presidi o Centro Acadêmico Rocha Lima em Ribeirão Preto, sendo articulador da retomada do DCE da USP, representante discente na Congregação da FMUSP-Ribeirão e no Conselho Acadêmico da USP.

Dediquei-me ao estudo da teoria socialista revolucionária marxista-leninista, e à formação econômico-social brasileira.

Na década de 1980 fundei e dirigi o Centro de Estudos Políticos e Sociais em São Paulo, instrumento de formação política e teórica do Partido Comunista do Brasil ainda na ilegalidade, sendo processado na Lei de Segurança Nacional em 1984-5, arquivado com a redemocratização da República.

Atuei na luta pela redemocratização e nas campanhas políticas pela legalidade da legenda, das Diretas Já e do impeachment. Organizei pelo partido em SP as campanhas políticas ao governo desde 1982, sendo um dos articuladores da vitória da esquerda à Prefeitura Municipal de SP em 1988, retomada em 2000. Fui suplente do então Senador Eduardo Suplicy (1999-2006).

Fui casado com Sara Sorrentino, mãe de meus três filhos – Pedro, Isa e Caio. Vivo com Nádia Campeão, mãe de meus dois enteados, Maurício e Bernardo. Tenho (até agora) três netas e um neto.

Fui presidente estadual do PCdoB-SP de 1992 a 2001. Segui desde então na Secretaria Nacional de Organização e, com orgulho, fui eleito vice-presidente nacional do Partido Comunista do Brasil, em junho de 2015, ao que me dedico com a mesma paixão que dedico ao conhecimento, à literatura, cinema e música.