Derrubar o governo Temer é uma demanda de dignidade (por Aldo Fornazieri)

Quando os gregos antigos criaram a Polis (cidade) como comunidade política e teorizaram sobre ela, estabeleceram como princípio cardeal de sua construção e de sua condução a ideia de Justiça, entendida como satisfação das necessidades, promoção do interesse comum, agregação de bens materiais e bens morais e espirituais, garantia a todos de condições que os abrigassem dos tormentos da pobreza e da miséria e busca dos fins éticos da comunidade – fins comuns – pela prática das virtudes, única maneira de promover o encontro da busca da felicidade individual com a felicidade coletiva.

Continue lendo

Tenentismo de Toga: Tenentismo e Procuradorismo e o Partido do Estado (por Aldo Fornazieri)

Tenentismo e Procuradorismo e o Partido do Estado

por Aldo Fornazieri

Continuando um artigo anterior (A Lava Jato e a rebelião do procuradorismo), é certo dizer que as rebeliões tenentistas da década de 1920 – Revolta dos 18 do Forte de Copacabana (1922), Revolução de 1924, Coluna de Manaus e Coluna Prestes – eram sintomas de uma crise maior: a crise das oligarquias, a crise da República Velha. O desfecho daquela crise foi a Revolução de 1930 e o fim da política do Café com Leite. Continue lendo

Da hipocrisia ao cinismo e a crise de longo prazo, por Aldo Fornazieri

16_03_28_sorrentino_cinismo

Aldo Fornazieri*

Se ainda existia algum pedaço de pano velho, um trapo andrajoso qualquer, que conseguisse esconder o rosto hipócrita de algum líder oposicionista que se mobiliza em prol do impeachment, este foi posto ao chão pela lista da Odebrecht, divulgada na semana passada. Continue lendo