Marxismo e Questão Nacional: uma visão latino-americana (por Ronaldo Carmona)

O artigo a seguir argumenta, inicialmente, sobre a crise da globalização e a crescente afirmação de saídas nacionais no contexto da crise do capitalismo. Aponta, como o mal estar, especialmente dos trabalhadores, com a globalização vai resultando em consequências políticas de vulto na conjuntura atual. A seguir, pontua visões presentes nos fundadores do marxismo – o próprio Marx e Lenin –, a respeito da valorização das singularidades nacionais no curso da luta revolucionária. Argumenta que as experiências exitosas de construção do socialismo tem a questão nacional em seu vértice. Por fim, resgata o cerne da polêmica do peruano Mariategui com a direção sul-americana da III Internacional; observa traços da experiência dos comunistas no Brasil e pontua tendências históricas e hodiernas da revolução cubana, que exemplificam traços da manifestação da questão nacional na tradição marxista latino-americana.

Continue lendo

Celso Amorim denuncia ofensiva do capital internacional (do Grabois)

“Não interessa ao capital financeiro internacional que o Brasil ou, de forma mais ampla, os países da América Latina e Caribe, produzam as reformas sociais necessárias a uma sociedade mais justa e tracem rumos próprios na política internacional”, alertou o embaixador Celso Amorim em entrevista exclusiva concedida ao Portal CTB.

Continue lendo

“Reivindicar Bolívar é um ato de resistência”, diz especialista (por Mariana Serafini)

Depois de uma década de avanços, o projeto da integração latino-americana de Simón Bolivar sofre um novo retrocesso. Os governos do Brasil, Argentina e Paraguai protagonizam um processo de ataque e enfraquecimento às instituições integracionistas, entre elas o Mercosul e a Unasul. Para o doutor em Integração da América Latina, Alexandre Ganan de Brites Figueiredo, “reivindicar Boliviar” neste momento “é um ato de resistência”.

Continue lendo

Plano Atlanta: o golpe judicial-midiático na América Latina (por Eduardo Vasco)

Mais uma Leitura Recomendada, da série Estado de Exceção.

A conspiração internacional para derrubar os presidentes progressistas do continente com uso da mídia e do Judiciário

“Como não podemos ganhar desses comunistas pela via eleitoral, compartilho com vocês isto aqui.”

Continue lendo