Os interiores de Guimarães Rosa: a sabedoria popular nas estórias do escritor mineiro

Há 50 anos nos despedíamos do escritor que narrou o sertão no realismo mágico de suas palavras inventadas.

Conhecedor de 13 línguas, Guimarães rodeou o mundo como diplomata, mas sempre acompanhado do caderninho dele / Divulgação.

 “João era fabulista, fabuloso, fábula? Sertão místico disparando no exílio da linguagem comum? (…) Por que João sorria se lhe perguntavam que mistério é esse? E propondo desenhos figurava menos a resposta que outra questão ao perguntante? (…) Ficamos sem saber o que era João e se João existiu de se pegar” Continue lendo

A cidade cinza do João trabalhador, cores e valores (por Toni C)

 

Já pensou um prefeito no Rio de Janeiro como um de seus primeiros atos, ordenar a retirada do Cristo alegando que a estátua está em desacordo com suas crenças religiosas? Pior, o próprio anticristo convertido em chefe da cidade, indo em pessoa dar fim ao Redentor de pedra sabão no alto do Morro do Corcovado? A cidade, o estado e o país não deixariam passar batido uma atrocidade dessas, concorda?

Continue lendo

A luta e a arte de mulheres palestinas (por Júlia Dolce e Victor Labaki)

Conheça os projetos culturais e sociais coordenados por palestinas na Cisjordânia ocupada

No Ocidente, o estereótipo de mulheres árabes, principalmente as muçulmanas, quase sempre está atrelado a submissão e passividade. A noção de superioridade das nações ocidentais se fundamenta muitas vezes em uma suposta ideia de que vivemos em uma sociedade mais avançada em relação aos direitos e à igualdade social. Continue lendo