Para sobreviver, Temer aposta na ‘retomada’ da economia. Mas… que retomada? (por Tiago Pereira)

Dados comemorados pelo governo e por parte da mídia tradicional são frágeis e apontam para “longo caminho” até superação da crise, dizem economistas. Mercado comemora projeto concentrador e excludente

Continue lendo

Viés institucional e o crescimento (por Yoshiaki Nakano)

Deriva da reforma fundamental do governo uma tendência à estagnação e não a retomada

Yoshiaki NakanoÉ óbvio que o desenvolvimento econômico sustentado depende da elevação da taxa de investimento e do aumento de produtividade. Surtos de booms de investimento têm ocorrido ao longo da história, com revoluções tecnológicas, clusters de grandes inovações capazes de provocar deslocamentos na economia em seu conjunto por meio da implantação de novos setores e posterior difusão das inovações tecnológicas para os demais setores, com aumento de lucratividade. No entanto, as revoluções tecnológicas representam novos paradigmas, e em regra, requerem novas instituições, valores e culturas diferentes das que prevaleciam no paradigma tecnológico anterior.

Continue lendo

A única saída para a crise econômica (por Luciano Coutinho)

O governo federal percebeu a dimensão do bloqueio à retomada do crescimento. Sob intensa pressão política e empresarial a equipe econômica mudou de atitude e agora procura saídas. É preciso entender que a situação é especialmente difícil e que a restauração da confiança quanto à sustentabilidade fiscal e previdenciária em longo prazo, não será suficiente para recuperar a economia. Tampouco reformas microeconômicas, embora necessárias e úteis poderão, per se, ressuscitar o crescimento. Continue lendo

Economia retoma crescimento já em 2016, prevê Bresser-Pereira

Retornando de um breve período de recesso, volto a publicar. 

Bresser Pereira concedeu importante entrevista ao portal Rede Brasil Atual, sobre a retomada do crescimento, que publico abaixo. Aproveito para dizer que nos próximos dias publicarei um artigo que ele escreveu para o Le Monde Diplomatique sobre reindustrialização e também um estudo do grupo Reindustrialização sobre o mesmo tema.

Economia retoma crescimento já em 2016, prevê Bresser-Pereira

O economista Luiz Carlos Bresser-Pereira não acredita que a crise econômica brasileira se prolongue indefinidamente, nem mesmo que persista em 2016, aposta dos setores que veem nos problemas da economia uma forte oportunidade para enfraquecer o governo Dilma Rousseff. Para ele, a crise deve começar a ser superada já neste ano, embora o Produto Interno Bruto (PIB) ainda tenha a tendência de se manter negativo.

Por Eduardo Maretti

Untitled-1

“Sou muito crítico daqueles que dizem que a crise da economia brasileira é devido ao ajuste feito pelo governo”, afirma o economista

“Como eu acho que a economia vai começar a recuperar, então espero que no final do ano, se o PIB ainda for negativo, e é bem possível que seja, será muito menos que em 2015”, diz. “A economia já estará claramente retomando o crescimento, mas (a partir) de quase estagnação.”

Continue lendo

A greve dos petroleiros é um enfrentamento ao capital internacional

Já me solidarizei aqui pelo Blog com a greve dos petroleiros, organizada pela Federação Única dos Petroleiros – FUP.
Reproduzo agora, importante artigo publicado originalmente na editoria de movimentos sociais do site Carta Maior, de autoria de Gilberto Cervinski, da direção Nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens – MAB. No artigo, apresenta argumentos demonstrando que os trabalhadores da Petrobrás estão em greve nacional contra a privatização da Petrobrás. “Mais do que enfrentar o plano de desinvestimento, a greve significa um enfrentamento ao capital internacional”, afirma.
Trata-se de uma boa reflexão sobre o tema no contexto mundial. Continue lendo