Pedro Serrano: A democracia ameaçada, por Luís Nassif

Nos últimos anos, o jurista Pedro Serrano se converteu em um dos mais competentes analistas sociais do país.

Através do estudo aprofundado das mudanças nas leis e nas constituições, Serrano entra no terreno

da formação das ideias e princípios, das mutações na opinião pública, refletindo-se em um neoconstitucionalismo

que visa erradicar os princípios humanistas que regeram as Constituições no pós-guerra.

Na segunda-feira passada, Serrano proferiu brilhante palestra na Escola de Governo.

Abaixo, uma síntese do que foi dito. Continue lendo

A manipulação nas redes é a maior de todas as guerras, diz Silvio Meira

Para um dos mais respeitados pesquisadores do mundo digital, a interferência russa na campanha dos EUA é um efetivo ataque à democracia – e o Brasil não está a salvo de ações de agentes externos e internos

‘Hoje, há manuais de como construir cluster de pensamentos e de notícias falsas, ativar certos tipos de informação de redes sociais para se conectarem, se associarem, e, ao mesmo, para criticar qualquer posição contrária. Assim, é possível imaginar que a gente tenha no Brasil eleições de interesse de agentes externos e internos’
O paraibano Silvio Meira, 62 anos, é um dos pesquisadores mais influentes na área de tecnologia da informação e um dos pensadores mais atuantes no debate sobre democracia. Professor do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e da Escola de Direito do Rio da FGV, ele, nesta entrevista, volta as atenções para as redes sociais e as eleições, mais especificamente sobre a influência dos russos na campanha dos EUA —  e como o Brasil está desprotegido em relação a ações de agentes internos e externos.

Continue lendo

Democracia e soberania nacional serão restauradas pelo povo (do Blog do Renato)

Retirado do Portal Blog do Renato

O Golpe de Estado de que o Brasil foi vítima, depois de a democracia ter sido mutilada, segue a expor o país a uma crescente crise institucional, com a perda de equilíbrio e o choque entre os Poderes da República. Um novo sintoma de que essa crise se deteriora veio de uma declaração recente de um general da ativa pregando abertamente uma “intervenção” militar como solução para a grave situação nacional. Este General já fora disciplinarmente admoestado em 2015, quando foi removido do comando militar do Sul, por ato político de indisciplina.  O presente episódio, embora isolado, não pode ser minimizado pelas forças democráticas, patrióticas e populares. É grave e exige firme e equilibrado repúdio.

Continue lendo

Paradoxos da democracia: Popper e a crítica liberal ao liberalismo ingênuo (por Alisson Magalhães Soares)

A passeata de extrema-direita em Charlottesville, no Estado americano da Virgínia na última semana, em que palavras de ordem e bandeiras nazistas foram empunhadas, suscita inevitavelmente velhas questões: a democracia deve tolerar os intolerantes? Tais manifestações devem ser entendidas como ruins, porém toleráveis, pois seriam um custo de se viver em uma democracia? Ou deve haver limite à tais tipos de expressão?

Continue lendo