A língua portuguesa e sua riqueza (por Walter Sorrentino)

Tive uma boa surpresa com o artigo de Sérgio Rodrigues anteontem, na Folha. Ele traz à baila um autor – Adalberto Alves, juiz, poeta e arabista – que escarafunchou a genealogia linguística do português, em sua obra “Dicionário de Arabismos da Língua Portuguesa”. O estudioso afirma que uma “fraude histórica minimizou herança árabe no português”: o número real de palavras portuguesas de origem árabe seria 18.073, e não entre 700 e mil.

Continue lendo