Por que tantos americanos temem muçulmanos? Décadas de negação sobre o papel dos EUA no mundo (por Jon Schwarz)

A ORDEM EXECUTIVA de Trump que proíbe a entrada de muçulmanos no país tem recebido muita atenção da oposição, de protestos a ordens judiciais. Mas as pesquisas mostram com clareza que a opinião pública é bem mais heterogênea.

Continue lendo

Risco Trump e a necessária integração latino-americana – Entrevista Celso Amorim (por Tatiana Carlotti)

Celso Amorim analisa conjuntura internacional e alerta: sem lideranças latino-americanas, a integração ‘não cairá do céu’.

Um dos principais responsáveis pela política externa “altiva e ativa” do Brasil durante a Era Lula, o diplomata Celso Amorim participou na última quarta-feira (01.02.2016) de um bate-papo sobre o mal-estar da globalização, organizado pela Fundação Rosa Luxemburgo, na capital paulista.

Entre os sintomas desse mal-estar, além da saída do Reino Unido da União Europeia, o chamado Brexit, o diplomata analisou a conjuntura internacional após a vitória de Donald Trump nos Estados Unidos, alertando sobre a necessidade de um estudo sobre o “trumpismo”, para além do indivíduo Donald Trump.

Continue lendo

A manipulação da democracia através do Big Data (por Hannes Grassegger e Mikael Krogerus)

Jornal GGN – A eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos deixou muitos analistas surpresos, e muitos responsabilizaram as redes sociais (principalmente o Facebook) e o compartilhamento de notícias falsas como um dos fatores que levaram o magnata à Casa Branca.
Entretanto, a questão é mais profunda do que parece. A Cambridge Analytica é uma empresa que trabalhou na campanha online de Trump e do Brexit no Reino Unido e trabalha com Big Data, coletando dados de usuários, estabelecendo perfis psicológicos através das informações que deixamos na rede e traçando estratégias de comunicação.
Big Data: Toda democracia será manipulada?