Não basta ir às ruas (por Luciano Rezende Moreira)

Há um sentimento quase irrefreável que impele amplos setores da esquerda brasileira a exigir a volta do povão às ruas como se ele tivesse de fato saído de casa na última década.

A não ser para ir ao trabalho, o chamado povão, em sua imensa maioria, esteve longe de protagonizar as multitudinárias manifestações que culminaram por derrubar a presidenta Dilma Rousseff.

Continue lendo

Vivaldo Barbosa: “Impeachment não é causado por manifestação”

vivaldo-barbosa

O ex-deputado federal Vivaldo Barbosa (RJ), correligionário de Dilma Rousseff quando a presidente era filiada ao PDT, nos anos 1990, enfatizou em entrevista concedida a Alessandra Saraiva, do Valor Econômico, nesta segunda-feira 14, que os protestos deste domingo 13 podem ser usados para estimular o impeachment, mas frisa que o impeachment “não é causado por manifestações”.

Ele também reconhece os atos anti-governo como legítimos numa democracia, mas lembra que há grupos que querem tomar o poder “fora das regras democráticas”. “As manifestações demonstram muita raiva do governo do PT, e o partido terá dificuldades nas próximas eleições. Também em 2018 [ano da próxima corrida presidencial] o partido terá uma eleição muito difícil. Agora, se isso é o início do fim [para o PT], pode ser na linha em que o fim acaba em 2018, no processo eleitoral”, afirma. Continue lendo