Manifesto em Favor de um Ensino Pleno sem Restrições de Conhecimento ou Liberdade de Expressão

Uma sociedade justa e plenamente desenvolvida é aquela que preza e defende a liberdade de pensamento e de investigação crítica. Para tal, o conhecimento acumulado pela humanidade ao longo dos séculos, em todas as áreas – ciência, cultura, filosofia, sociedade – e sob as suas mais variadas vertentes, deve ser apresentado e discutido em todos os distintos níveis de formação de nossos estudantes. Da mesma forma, a sociedade para evoluir precisa também permitir que as fronteiras do conhecimento avancem, com novas indagações podendo ser livremente formuladas e investigadas, e os resultados de tais avanços sendo finalmente disponibilizados a todo cidadão, seja nas instituições de ensino, seja nas instituições de pesquisa, seja no âmbito da sociedade civil.

Continue lendo

Aldo Rebelo e o “manifesto” (por Ricardo Cappelli)

É de se louvar o esforço feito por Aldo Rebelo de tentar construir um manifesto/movimento que possa orientar/reorganizar as forças progressistas, populares e democráticas brasileiras. Localizar o rico e denso documento elaborado por ele numa tentativa de compor uma suposta chapa com Rodrigo Maia numa suposta eleição indireta, e/ou a uma suposta carta de despedida de seu partido, o PCdoB, é sinal de má vontade, pequenez e incapacidade de enxergar o tamanho dos desafios postos.

Continue lendo

Altamiro Borges: Manifesto denuncia desmonte do Brasil (por Eleonora de Lucena)

Retirado do portal Blog do Miro

Liderados pelo ex-ministro Luiz Carlos Bresser-Pereira, economistas, professores, físicos, engenheiros, sociólogos, músicos, arquitetos, cineastas, escritores, intelectuais, políticos, advogados estão lançando o Manifesto do Projeto Brasil Nação.

MANIFESTO – “Em defesa de direitos conquistados”

16

Não pensamos, no entanto, a democracia apenas como um regime de apuração da vontade da maioria ou como o regime da lei e da ordem para a garantia dos direitos individuais e das condições de seu exercício.

por Coletivo em Defesa de Direitos Conquistados

Em um país de formação social oligárquica, autoritária e violenta – moldado por desigualdades e discriminações produzidas por sua dominação colonial absolutista, a escravidão e ditaduras perversas em períodos mais recentes –, é preciso defender firmemente as conquistas republicanas e democráticas, os significativos, ainda que limitados, avanços dos direitos civis, políticos e sociais. No Brasil, sabemos bem do valor do estado de direito, das garantias constitucionais e de um efetivo ‘governo das leis’, que dissolve os vínculos de dependência pessoal, protege os mais fracos e vulneráveis e constitui nossa liberdade e dignidade de cidadãos. Continue lendo