A hegemonia norte-americana, satélites e a bomba atômica (por Marco Aurélio Cabral Pinto)

Os EUA parecem dobrar apostas no caminho de afirmação hegemônica contra um sistema-mundo que vem se desenhando como multipolar nos últimos 20 anos. Recursos orçamentários crescentes para P&D militar devem se reverter em liderança tecnológica inalcançável

Continue lendo

“É possível que Marte volte a ter vida”

Diretor da NASA acredita que vida fora da terra será descoberta durante a próxima década

Daniel Mediavilla

 

A exploração espacial pode ser muito tediosa. Anos de negociações para conseguir o dinheiro necessário, cálculos exaustivos para colocar a sonda no planeta desejado, recolhimento de dados sobre percloratos, porcentagens de nitrogênio na atmosfera ou movimentos orbitais. Mas, depois, todos esses dados gélidos passam pela cabeça de pessoas como James Green, que os transformam em respostas a questões existenciais.

Green, que esteve em Madri para falar dos últimos achados sobre Plutão, convidado pela Obra Social La Caixa e o Planetário de Madri, é diretor da Divisão de Ciências Planetárias da NASA e expressa uma convicção quase temerária em que vai continuar a dar este tipo de resposta: “Eu disse a todos os cientistas planetários que planejo ser o diretor de ciências planetárias, como sou agora, quando encontrarmos vida fora da Terra, nos próximos dez anos”.

Continue lendo