França: “escolha sinistra entre o neofascismo e o establishment governamental de direita” (por Mateus Fiorentini)

Reuters

No próximo domingo a França definirá seu ou sua presidente. O Primeiro turno do pleito esteve repleto de emoções com o protagonismo da extrema-direita, representada na candidatura de Le Pen, o papel periférico do Partido Socialista (Benoit Hamon), a derrota do republicano gaullista Fillon e o destaque para Mélenchon pela Frente de Esquerda (França insubmissa). Agora, no segundo turno, a França decide entre Le Pen, nacionalista da extrema-direita e Macron, há pouco desconhecido, ambíguo, mas que defende o caminho “social-liberal” como Toni Blair, Clinton e FHC – forçado a assumir o campo centrista, é mais acertado encará-lo como centro-direita neoliberal.

Continue lendo

Alvíssaras para a Grande Muralha (por Daniel Sebastiani)

Nos circuitos de cinema do Mundo corre um filme chamado A Grande Muralha.

Nele, europeus buscam o segredo da pólvora e passam a jogar um papel de realce junto aos chineses que, por sua vez, defendem a Muralha contra seres fantásticos.

Até aí nada de novo: mais um filme bem feito de aventura fantástica.

Continue lendo

As guerras do século XXI: tanques e ciberataques no mesmo campo de batalha (por Jesús Rodríguez)


As guerras do século XXI são híbridas e também convencionais, de alta e baixa intensidade, com divisões acorazadas e vírus informáticos. Vivemos o momento de maior incerteza da história recente Continue lendo

Quem se beneficia do ‘momento Sarajevo’ da Turquia? – por Pepe Escobar

Bombardeios aéreos em Allepo

Bombardeios aéreos em Allepo

“… o projeto combo de mudança de regime, de cinco anos

(e ainda não terminou),

que custou à OTAN-CCG multibilhões de dólares,

para expulsar Assad da Síria…fracassou miseravelmente”

 20/12/2016, Pepe Escobar, RT

Vamos logo ao que interessa: Ankara 2016 não é Sarajevo 1914. Não é prelúdio da 3ª Guerra Mundial. Quem tenha urdido o assassinato do embaixador russo na Turquia Andrey Karlov – diplomata calmo, educado, contido, da velha escola russa – pode esperar revide de altíssima octanagem.

O assassino Mevlut Mert Altintas, graduado da Academia de Polícia, 22 anos, recebeu pena de suspensão da Polícia Nacional Turca por suspeita de laços com a Organização Terrorista Fethullahista [ing. Fethullahist Terrorist Organization (FETO)] depois do fracassado putsch de 15 de julho contra Erdogan, mas retornou ao serviço em novembro. Continue lendo

Americanexit (por Fernando Rosa, no Blog Senhor X)

 

16_11_21_sorrentino_americanexit

As grandes placas tectônicas do capitalismo mundial moveram-se nervosamente nas últimas horas. A eleição norte-americana escancarou a crise do neoliberalismo financeiro mundial como alternativa para os Estados Unidos e para o mundo. Uma espécie de Americanexit, a vitória de Donald Trump também traduz a mais profunda divisão da sociedade na história dos Estados Unidos. Continue lendo