Um golpe à deriva (por Fábio de Oliveira Ribeiro)

Mais uma da Série Estado de Exceção.

Há algum tempo fiz comparações entre os programas econômicas do golpe de 1964 e do golpe de 2016. Antes disto já havia feito comparações políticas entre os líderes que rasgaram a CF/4946 e a CF/1988 para retirar a soberania popular do cenário político.

Hoje retornarei ao assunto, enfocando as particularidades políticas dos dois golpes. O golpe de 1964 tinha um projeto de nação claro e o colocou em prática sob o comando dos militares. As elites não estavam divididas em relação ao aspecto político mais importante do novo regime: os militares deveriam ficar no comando do Estado e reprimir os dissidentes dentro da Lei (e fora dela quando possível).

Continue lendo

Reformas, desigualdades e estratégias de crescimento econômico (por Tiago Oliveira e Clóvis Scherer)

As reformas encaminhadas desde o ano passado têm como fio condutor a redução do tamanho do Estado, viabilizando a promoção de uma estratégia de crescimento econômico excludente, orientada pelo mercado e mais integrada à globalização capitalista

Continue lendo